Modernidade – Desafio Literário

não sei quais frequênciasperpassam meu corpoquando escrevosobre a reuniãodas nossasdigitais se perco maiscabelostanto faza cabeça se percoo tempoa horao instanteque debutao avatardistanteque agorarepresentatoda suaexistência se rebeldeminha línguaimpedeminhaeuforiao poderde deletartudo que sinto e volto àspalavras erradasàs entradasnão requisitadas e no silênciofinjo queaindapossoouvirvocêchegarcom algumapropostaindecenteque me tiredo tédiode ter sempreo que fazer Desafio proposto por Cristileine Leão doContinuar lendo “Modernidade – Desafio Literário”