são thomé letrado





eu que ando
vigilante e
descrente
no culto
misantrópico
dos que se tornam
resto

às vezes
transito
entre a
síndrome
de Estocolmo
e o narcisismo
vulnerável

percebi
a
falta
que
faz
morrer
aos poucos
pelas mãos
alheias

reflito
reluto
e ressinto

o e-mail
que nunca
chegará

a visita
a quem
nunca
oferecerei
café

o plano
que
nunca
sairá
dos
espaços
imagéticos
das entrelinhas
do
poema

3 comentários em “são thomé letrado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s